Highway to Hell – Extended Events – Parte 8 – Quantidade de Batchs por banco de dados

Galera,

No vídeo de hoje quero aproveitar uma pergunta feita pelo meu amigo Thiago Alencar e montar uma sessão de monitoração que retornará a quantidade de batchs executadas em um determinado banco de dados.

Caso tenha interesse em reproduzir o cenário do vídeo, basta realizar o download do script no link abaixo:

Highway to Hell – Extended Events – Parte 8 – Quantidade de Batchs por banco de dados

Espero que estejam gostando da série e não deixe de fazer sua inscrição no blog para receber os próximos posts.

Grande abraço e uma excelente semana à todos.

3 ideias sobre “Highway to Hell – Extended Events – Parte 8 – Quantidade de Batchs por banco de dados

  1. Junior Xavier

    Vitor, bom dia. tudo bem?

    Estamos iniciando uma integração de dois bancos em SQL SERVER 2008 Express, e queremos referenciar uma FK entre os dois bancos. Já teve uma experiência dessas?

    Abraço.

    Resposta
    1. vitortff Autor do post

      Grande Junior, tudo bem contigo?

      Nunca passei por uma necessidade dessas e acredito que não seja possível criar essa restrição diretamente na camada de banco de dados.

      Acredito que será necessário controlar essa integridade diretamente pela camada de aplicação, já que está utilizando dois bancos de dados diferentes.

      Fico a disposição caso necessite de mais alguma informação.

      Grande abraço.

      Resposta
  2. Pingback: Highway To Hell – Extended Events | Vitor Fava

Deixe uma resposta para Junior Xavier Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.